Raças

Border collie: saiba tudo sobre esta raça

Border collie correndo com um graveto na boca

Se pudéssemos sintetizar o border collie em três palavras, elas seriam: inteligente, energético e intenso. É assim que esse collie demonstra ser desde filhote e com passar do tempo esse temperamento da raça vai se fortalecendo.

Por isso, se você é um apaixonado pela raça, saiba que está no lugar certo. Para facilitar o entendimento sobre o border collie, o amo meu peludinho traz esse artigo completo sobre como o animal é fisicamente e como ele se comporta.

Sendo assim, antes de sair procurando preço, cores do cão ou onde comprar, entenda um pouco mais sobre a raça. Desta maneira, você descobre como é o comportamento desse cachorro e se ele combina com a rotina da sua família.

Além disso tudo, você também fica por dentro dos cuidados necessários com um border collie, quais as necessidades de um filhote dessa raça e algumas curiosidades sobre o universo desse cachorro superesperto.

Temperamento e personalidade do border collie

De uma maneria geral, o border collie é um cachorro com altos níveis de energia. Portanto, trata-se de um animal indicado para famílias animadas, pois só assim para acompanhar o pique desse peludinho. Mas apesar disso, a raça também tem um temperamento tenaz e sociável.

Border collie correndo com um graveto na boca

Border collie é sociável e muito energético

Já quando o assunto é a personalidade desse collie, pode-se afirmar que ele é bastante intenso e independente. Também não faz o estilo carinhoso, mas isso não quer dizer que ele não seja um cachorro incrivelmente apegado ao tutor.

Além disso, é receptivo e adora estar na presença de humanos. Com a família é amável, mas com estranhos pode ser um tanto quanto reservado. E uma característica bastante forte do border collie é que, apesar de amar a todos, ele costuma criar um laço de afeto muito forte por uma única pessoa da casa.

Dúvidas recorrentes

1. Qual preço do border collie?

Um filhote de border collie pode custar entre R$ 1 mil a R$ 4 mil. Esse valor vai depender do tipo de vendedor e se o cão possui ou não pedigree. Mas é sempre importante lembrar que a compra de cães só deve ser feita após conhecer as circunstâncias nas quais se encontram as mães dos filhotes. Infelizmente, alguns canis exploram as fêmeas e deixam os animais viverem em situação desumanas.

2. Border collie se adapta em apartamento?

Por ser um cachorro agitado e muito energético, não é recomendado para morar em apartamentos. Nesse sentido, deve ser criado em casas com um grande espaço aberto ou em chácaras, sendo essa última opção a mais indicada.

3. É um bom companheiro para crianças?

Apesar de ser um cão que não possui um passado agressivo, não é recomendado para crianças muito pequenas. Isso porque, ele pode acabar machucando elas sem intenção, devido ao seu temperamento agitado. Já com a meninada maior e os adolescentes, esse cachorro pode se tornar um grande companheiro de aventuras.

Veja também: Os 10 cachorros superespertos. Conheça quem são eles

4. Border collie late muito?

A raça não late muito se estiver bem saciada de atividades físicas. No entanto, quando o cão encontra-se entediado, pode usar das vocalizações como uma forma de extravasar toda a energia acumulada.

5. Apresenta problema ao ficar sozinho em casa?

Como aprecia a companhia humana, o border collie detesta passar longos períodos sozinho. Por isso, deve ser levado para um ambiente bem frequentado, onde ele possa estar em contato constante com a família.

6. Tem tendência a soltar muito pelo?

Geralmente, não costuma derramar tantos pelos. Por essa razão, duas escovações semanais são recomendadas. No entanto, na época da muda é necessário pentear a pelagem do cão diariamente, evitando que os pelos caiam frequentemente.

Comportamento do border collie

Criado para pastorear ovelhas, o border collie adora trabalhar. Inclusive, pode mordiscar calcanhares ou outros animais de estimação devido ao forte instinto de pastoreio. Por isso, precisa de treinamento desde cedo para evitar esse tipo de comportamento.

De acordo com o PhD em medicina veterinária, Bruce Fogle, o border collie também não é indicado para donos inexperientes. Além disso, tem uma série de restrições que devem ser seguidas pelos interessados na raça.

“Por ter a mente ágil, o instinto de pastor e a necessidade de gastar energia não se adapta bem como um cão (doméstico) de estimação, onde tem uma enorme tendência a problemas comportamentais e atividades obsessivo-compulsivas”, explica Bruce no livro “Cães”, da Zahar Editora.

Contudo, se a casa é o único local disponível para criar esse cão, é necessário oferecer exercícios físicos a esse animal constantemente. Caminhadas, corridas e brincadeiras no parque são essenciais.

Veja também: 8 cães que são verdadeiros atletas e você precisa conhecer

Características físicas

Altura : 46-56 cm porte grande

peso : 14-16 kg

pelagem : pode ter pelagem aspera com comprimento medio e emplumada ou uma pelagem lisa, curta e mais grossa. pode ser preto e branco. preto e bege e branco ou de cores variadas.

Cuidados específicos

Além das atividades físicas constantes, o border collie também precisa de cuidados específicos com a saúde. Ainda segundo informações do PhD em medicina veterinária, a raça pode sofrer com displasia coxofemoral, por isso é recomendado fazer check up nos animais pelo menos uma vez ao ano.

Apesar de ser uma raça resistente, a American Kennel Club alerta para outros possíveis problemas de saúde. Por exemplo, atrofia renal progressiva, surdez, epilepsia e anomalia do olho de collie.

Todos esses problemas devem ser diagnosticados por um veterinário e quanto antes melhor, pois assim o cão tem mais chances de se recuperar.

Filhote de border collie

Assim como outros filhotes, o border collie nessa fase precisa de alguns cuidados específicos. O primeiro deles é saber se o cão está com uma boa saúde. Em seguida, o veterinário vai criar um calendário de vacinas e medicamentos para bloquear a ação de parasitas.

Chamadas de vacinas polivalentes, esse método é usado para fortalecer o sistema imunológico do cão. Assim ele vai desenvolver defesas contra vírus causadores de doenças como cinomose, parvovirose, hepatite etc. Além disso, vai ser necessário também o uso de carrapaticidas, vermífugos e anti-pulgas.

Curiosidades desta raça

Como já mencionando no início desse artigo, o border collie é um cão inteligente. De acordo com o especialista em comportamento canino, Staney Coren, esse cão lidera a lista das raças mais inteligentes.

Além dessa curiosidade, vale ressaltar que a primeira vez que a raça foi registrada na AKC, ela era chamada de “scotch sheep dog”. Mas hoje é mundialmente conhecida como border collie, inclusive no Brasil.

Expectativa de vida: 12 a 15 anos. Podendo variar para mais ou menos, dependendo do estilo de vida que o cachorro leva.

Origem do border collie

origem : Gra bretanha

Galeria

Comentários no Facebook