Historia

Cães de rua ganham ração, casinha e muito amor no comércio de Campo Mourão

Cães de rua ganham ração, casinha e muito amor no comércio de Campo Mourão
Cães de rua ganham ração, casinha e muito amor no comércio de Campo Mourão

Quem vê o Ticão deitado no capacho na entrada de uma loja de departamentos na Avenida Capitão Índio Bandeira, em frente ao calçadão do centro de Campo Mourão, logo entende que o bicho gosta é de ar-condicionado e água fresca. Pois a temperatura estava muito alta na cidade chegou aos 31 ºC, segundo o Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar).

Ticão faz parte de um grupo de pelo menos 10 cães que, de acordo com a Associação dos Protetores de Animais Independentes (Pais), circularam por estabelecimentos comerciais e recebem carinho, água e ração.

http://portalamigocao.com.br/

Na frente da loja, Ticão já se acostumou com o entra e sai dos clientes. De tão tranquilo algumas pessoas precisam desviar para não pisar nele. “Acho muito legal que as lojas cuidam.

Tem que ter carinho com os bichinhos”, disse Maria Aparecida Toyama, 59 anos, que andava pelo centro em companhia da neta Thaís, 8. “Eu amo cachorrinhos”, conta a menina, apontado para Ticão, que se refestelava com o ambiente climatizado da loja.

Cachorros de rua ganham ração, casinhas, água e muito amor

Na porta de uma loja de cosméticos, os funcionários colocaram potes de água e ração para os cães. Eles também ficam dentro da loja, no ar-condicionado, sem incomodar.

A gerente Nilma Aparecida Pereira, 48 anos, relata que os cachorros aparecem diariamente e ganham a simpatia dos consumidores. “Os clientes acolheram a ideia. O cães são muito bonzinhos”, afirmou.

Há 2 anos, Sandra Curriel, 44 anos, colocou duas casinhas com água e ração em frente à loja de calçados para abrigar cães. Ela afirma que três, a Meninona, Ser Humaninha e Serzinho, acabaram ficando e hoje domem no estoque do estabelecimento. “A gente pega amor.”

Para a empresária, as casinhas também funcionam como incentivo para que outros donos de estabelecimentos acolham cachorros de rua. “Eles precisam de ajuda e isso tem acontecido”, diz.

http://portalamigocao.com.br/

A Meninona, por exemplo, acompanha Sandra pela cidade. “Quando vou ao banco, ela fica esperando do lado de fora. É muito companheira. ”

Os Cães

De acordo com a voluntária da Pais, Amanda Tonet, os cães que circulam pelo comércio são castrados e já passaram por exames. “Todos são acompanhados pela associação”, disse.

A Pais calcula que em Campo Mourão há cerca de 20 mil cães de rua e semidomiciliados, que ficam fora do domicílio por períodos determinados. O município conta com três abrigos caninos, um municipal com capacidade para 40 animais e que está lotado, e dois da associação, com cerca de 400 cães.

Segundo Amanda vai entrar em vigor a concessão do canil municipal à associação. O espaço fica no horto municipal, na Vila Guarujá.

A voluntária da Pais diz que hoje são recolhidos das ruas da cidade cães machucados ou vítimas de maus-tratos. Nos abrigos é possível fazer a adoção de cachorros.

Vídeos dos cachorros no comércio de Campo Mourão

Créditos : i44 news

Comentários no Facebook